Eu...

A minha foto
Sou o que sou porque assim me ajudam a ser,a crescer,a melhorar...a cada sorriso,a cada abraço, a cada beijinho! Se sou o que sou, é porque vos tenho ao meu lado como grandes Anjos da Guarda...

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

BACALHAU COM BATATA , SOPAS DE PÃO E OVOS ESCALFADOS

Nostalgia...
Fecho os olhos e recuo...sim recuo até aos meus 4/5 anitos :)
Não conheci os meus avós, infelizmente.
Mas tive uma avó especial!Uma avó de coração.
Recordo-a com tanta saudade e ternura.Amava-a muito.
A filha era a  minha madrinha, e eu sempre a chamei a ela também de madrinha.Sei que ela gostava de mim.Era muito minha amiga e muito carinhosa.
A casa dos meus pais era pouquinhos metros acima da dela e era ali com ela  que eu brincava e passava boa parte dos meus dias.
Saudades...
Era baixinha e tinha dificuldade em andar.Tinha uma bengala e quando vinha ter a casa dos meus pais subia a ladeira lentamente...por vezes eu seguia ao seu lado.outras saltitava a gritar por ela ao cimo da rua.
Recordo o seu rosto...com ruguitas mas sempre sorridente.
Nessa idade eu era muito envergonhada, timida.
Não comia em casa de ninguém á excepcao da casa da minha madrinha :)
Ela sabia o que eu gostava:))
Um dos pratos que ela melhor fazia era o bacalhau com batata e sopinhas de pao!
 Alias ela  era a unica que o sabia fazer daquela forma,com aquele sabor...aquele aspecto... hummmm sinto o cheiro ,o sabor...basta só fechar os olhos !
Como eu comia com prazer.
A idade já era muita e Deus precisava dela para o ajudar a cuidar de nós :( choreu...Ia ter muitas saudades.
Passados uns dias seni uma vontade louca de voltar a comer aquele prato e pedi á minha mãe para o fazer...mal lhe toquei.Não sabia da mesma maneira,não sabia a nada.
Eu tinha 8 anitos e aquele cheiro ,aqele sabor perceguia-me.
Um dia a minha mãe contou isso á minha madrinha(filha) e ela que tambem me fazia as vontades todas :)) foi pra casa e nesse dia á noite apareceu com o mesmo tachinho que ela usava(mãe) e a mesma comida...não me soube da mesma maneira :(( Agradeci e disse-lhe que estava muito bom,mas "o da madrinha Merenda tinha outro sabor !"
Os anos foram passando, e limitei-me a recordar...
Ontem não sabia o que fazer para o jantar...apetecia-me algo diferente,mas não sabia o quê.
Olho pra bancada ...ovos.
Abro a caixa do pão...muito pão de sobras.
Comecei a salivar :) deu-me um desejo louco de voltar a comer aquele prato tão especial...
Panela ao lume.
Encosto-me á bancada e fecho os olhos... visualizo a minha madrinha sentada no banco á lareira a descascar as celolas e as batatas.Visualizo o meu prato regado de azeite e aquele cheirinho...
É ISSO!
Vou buscar as cebolas as batatas e passo pela arca e trago duas postas de bacalhau.
A agua  já ferve e coloco o bacalhau.Corto as cebolas(muitas) em meias luas bem grossas e coloco na panela e deixo ferver bem.Depois de descascar as batatas corto-as em rodelas também grossas e junto-as na mesma panela e deixo cozer  tendo o cuidado de nao deixar derreter.Entretanto num tachinho coloco agua e deixo ferver.Parto os ovos (1 por pessoa) pra dentro do tacho e deixo escalfar.
Com o pão seco ,parto-o aos bocados e faço uma boa camada num pirex e rego-o com o caldo onde cozeu o bacalhau e as batatas e abafo.
Entretanto lasco as postas de bacalhau e reservo.Rego as sopas do pão com um fio de azeite e coloco as batatas e as cebolas cozidas por cima.Depois espalho o bacalhau ,deeito um pouquinho de caldo e rego com azeite(bastante).Coloco os ovos esclfados em cima e espalho salsa picada.
Volto a fechar os olhos e sinto o cheiro...hhuummm
Vamos pra mesa,sirvo o meus amores e sirvo o meu prato.
Fico a olhar... o meu marido começa a comer e diz que está muito bom, a Princesa diz que e bom as que tem muita cebola.O pai explica que a cebola é que lhe dá aquele sabor especial.
Começo a comer... meu Deus depois de tantos anos foi a primeira vez que consegui aproximar a paladar e o cheiro ao prato maravilhoso da minha saudosa madrinha
Repeti :) á muito tempo que não me sabia tão bem uma refeição.
Nostalgia de sabores...
Não tarda vou repetir.

Saudades madrinha .
Eu, Tina

6 comentários:

Bombom disse...

"Não há como um perfume para recordar o passado", lá diz o provérbio. E isso é válido para qualquer aroma, pois todos possuímos uma Memória Olfactiva.
Fizeste bem em visualizar a Madrinha. Quem nos diz que não esteve um Anjo ao teu lado?
Já passaste no Meu Estaminé? Esqueceste-te de assinar o Livro VIP! (he,he) Bjs. Bombom

ameixa seca disse...

Que linda história. A vida é feita de recordações. Ainda bem que te lembraste como era feito este bacalhau. Tem muito bom aspecto :)

Babette disse...

A história é linda e a receita muito apetitosa... os sabores transportam afectos!
Babette

Larana disse...

Tanto a história como a receita são lindos. Gostei de ler e de sonhar um pouco com o pasasdo.

Beijinhos:))

Sónia Alexandra disse...

Este partinho ficou fantástico. Beijinhos

Cucchiaio pieno disse...

Eu também nessa idade era super timida! Também sinto o cheirinho da sopa que minha avo' fazia, nunca experimentei outra igual e isto me da' muita nostalgia também!
Que bom que repetistes esta maravilhosa receita!
Um abraço
Léia

Outros Sabores

Outros Sabores...

Obrigado por vir ao meu encontro...

Obrigado por vir ao meu encontro...
"Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre."

Cecília Meireles